www.passandoalimpo.com

Arthur Godoy Júnior

arthur007@uol.com.br

(17) 99119-2715

LEITORES ON LINE


São Paulo, 25 de maio de 2016

Atualizado às 05h10



- A entrevista com o vereador José Alfredo, ex-prefeito de Catanduva, teve grande repercussão no meio político. As informações do peemedebista sobre seu encontro com Michel Temer rendeu muitas conversas pelas esquinas. Principalmente a respeito de fatos de seu governo, na década de 80, que já estavam esquecidos.

- Na sessão do legislativo desta terça-feira, José Alfredo falou sobre viagem a Brasília, seu encontro com o presidente Michel Temer e as expectativas deste encontro para Catanduva.

- Ao contrário de outros pronunciamentos, desta vez, os vereadores prestaram atenção. No plenário da Câmara, imperou o silêncio.

- A Justiça anulou licitação da prefeitura municipal que pretendia contratar empresa para projetos e gerenciamento de execuções de obras. O valor licitado seria de R$ 3 milhões. Segundo uma fonte do governo, o projeto era importante, mas após tantos anos de sua elaboração, já havia perdido o efeito.

- Dia desses publicamos aqui que o caso dos vereadores acusados de suposta extorsão contra assessores havia sido engavetado pela Comissão de Ética da Câmara Municipal. Por lá, pode ter ido para a gaveta, mas na Justiça são dois procedimentos de investigação - um na área penal e outro movido pela Promotoria e aceito pela Justiça.

- Para o meio político, a história do vereador José Alfredo de que o PMDB de Cidimar Porto não terá alterações, desde que apóie Michel Temer, pode ser mais uma jogada do ex-prefeito. Para alguns, se a bola sobrar no pé, mesmo aos 48 minutos do segundo tempo, José Alfredo pode mudar o discurso e tentar ficar com o partido. Por enquanto, ainda estão rolando os dados...

- Ora, quem diria. No último final de semana, deputado Sinval Malheiros assumiu a presidência estadual do PTN. Foi em encontro estadual que aconteceu no Plenário da Assembléia Legislativa. Ele defendeu uma aproximação do partido com a sociedade. O PTN - Partido Trabalhista Nacional - é uma sigla nova.

- Vale registrar que o deputado ainda está enroscado com uma ação do PV, que alega infidelidade partidária, e no site do TRE consta seu nome como filiado ao Partido da Mulher Brasileira.

- E com essas e outras, Malheiros vai se distanciando cada vez mais das articulações políticas para as próximas eleições em Catanduva. O deputado tenta transformar seu nome em referência estadual, deixando aos poucos aquela marca de ser um candidato "de Catanduva".

- Petistas ficaram eufóricos com as gravações de Romero Jucá, divulgadas pela Folha de São Paulo. Para alguns, seria o começo da virada. Seria, pois na terça-feira, pela manhã, o presidente Michel Temer já apresentou os verdadeiros números do Brasil - défict anual de R$ 170 bilhões - mudando o foco dos debates.

- Adriano Rodrigues, aquele mesmo que foi secretário do governo Geraldo Vinholi, está com a cabeça "em outras terras". O coordenador político está passando alguns dias com a família, em Portugal. Boa viagem e bom descanso.

- Se existe um site histórico de Catanduva ele tem nome e endereços certos: http://www.catanduvacidadefeitico.com.br/site/index.php, de Nelson Bassaneti. Vale a pena acessar:

CATANDUVA CIDADE FEITIÇO - NELSON BASSANETI - CLIQUE AQUI

- A saudade de um tempo bom, que não volta mais, até dói na alma....Parabéns e um agradecimento ao Nelson Bassanetti.

- Hoje, dia 25 de maio, seria o dia "D" para o anúncio oficial da pré-candidatura de Afonso Macchione. Pelo jeitão, transferiram para o dia "H".

- O presidente do Sincomércio - Ivo Pinfildi - esteve nesta terça-feira, 24, em São Paulo, onde participou de nova reunião da comissão de negociação da CCT - Convenção Coletiva de Trabalho do varejo, na Fecomercio. Fazem parte também da comissão os presidentes Manoel Farias Ramos do Sindicato do Comércio Varejista de Carnes Frescas do Estado de SP e Walace Garroux Sampaio, do Sincomercio de Bauru além da Dra. Suelen Alves Sanchez, assessora jurídica da Fecomercio.

- Nesta madrugada, o Congresso aprovou meta fiscal e o déficit de R$ 170 bilhões. É pessoal, a turma pode falar em golpe, gritar fora Temer, até encenar peça de protesto, mas a verdade é que o governo começa a caminhar e aos poucos a presidente Dilma vai se transformando em história, apagada pelo tempo...

A cada atualização, esta coluna receberá novos comentários e informações. Colabore enviando seu e-mail para arthur007@uol.com.br, com o título "Na Ponta da Pauta". Após recebermos a informação, realizaremos a checagem e publicação. Sigilo absoluto. Passando a Limpo: é você quem faz!


Prezado jornalista ARTHUR GODOY:

Li a entrevista concedida pelo vereador José Alfredo Luiz Jorge, ao Passando a Limpo, divulgada nesta data (24/05/2016). Afirmou o entrevistado que "Uma única vez fiquei pesaroso, quando um vereador, que abandonou a nossa cidade e se mandou para Itália tirou o nome do meu honrado Pai ALFREDO JORGE do ESTÁDIO, conhecido como ALFREDÃO, na linguagem popular até hoje mantida".

O entrevistado não mencionou meu nome, mas fui vereador em Catanduva, autor de projeto de lei que devolveu o nome SÍLVIO SALLES ao campo de futebol e mudei-me para a Itália por razões particulares (não "abandonei Catanduva e me mandei para a Itália" com a conotação de fuga), então, penso que o entrevistado referiu-se a mim.

O entrevistado, ao afirmar que eu tirei o nome do seu honrado Pai ALFREDO JORGE do ESTÁDIO, conhecido como ALFREDÃO, na linguagem popular até hoje mantida" possivelmente deve ter-se esquecido do Decreto nº 602, que ele editou enquanto prefeito municipal.

Referido Decreto nº 602, de 01 de outubro de 1987, da Prefeitura Municipal de Catanduva, assinado pelo então prefeito municipal (o entrevistado!), senhor JOSÉ ALFREDO LUIZ JORGE, dispõe:

"Art. 1º - Ficam denominados:

01 - O Novo Terminal Rodoviário de passageiros, de:

"GOVERNADOR DR. ORESTES QUÉRCIA" (...) 53 - O novo Estádio Municipal que está sendo erguido no Jardim Soto, entre a Av. Dr. Antonio Gonçalves de Oliveira, Av. Novaes, hoje "Av. Lola Zancaner", as marginais do Córrego Minguta, hoje "Av. Silverio Virgilio Marchesoni", face a manifestação popular e em razão das Indicações da Câmara Municipal, de autoria dos Vereadores Wilton José Gabas, Agnaldo Moreira e Dr. Attilio Frias Cypriano, de:

"DR. JOSÉ ALFREDO LUIZ JORGE" (...)". Nesse Decreto, o então prefeito, hoje vereador, homenageou 134 pessoas, mas não está entre os homenageados (infelizmente, pois seria homenagem justa, merecida) o senhor ALFREDO ABDO JORGE (se não me falha a memória esse era o nome do saudoso pai do vereador).

Acrescento que não tirei o nome do pai do vereador do estádio de futebol por dois motivos: primeiro, porque o Estádio havia sido denominado JOSÉ ALFREDO LUIZ JORGE, (e não ALFREDO ABDO JORGE) pelo Decreto 602, de 01/10/1987, assinado pelo próprio JOSÉ ALFREDO LUIZ JORGE, então prefeito, e, segundo, porque vereador algum, sozinho, consegue mudar nome de próprios, vias e logradouros públicos.

O que fiz foi apresentar o projeto de lei sugerindo a mudança, ou seja, que o nome do Estádio voltasse a ser SÍLVIO SALLES. O Plenário da Câmara, esse sim, pode mudar o nome de próprio público, acolheu minha sugestão. Então, quem mudou o nome do Estádio foi a Câmara Municipal de Catanduva.

Essa mudança, registre-se, já havia sido determinada pelo prefeito Warley Agudo Romão, através do Decreto nº 784, de 25/01/1989.

A partir de 05/04/1990, com a promulgação da Lei Orgânica do Município, proibiu-se a denominação de próprios municipais, vias e logradouros públicos com o nome de pessoas vivas, bem como passou a ser atribuição da Câmara, não podendo mais essas denominações ser feitas por decreto, razões que me levaram a apresentar projetos de lei mudando o nome do Terminal Rodoviário para JOÃO CAPARROZ e devolvendo o nome original e tradicional ao Estádio SÍLVIO SALLES.

Ramiro Soares


Atenção, moto roubada!







Entrevista José Alfredo

"Se for para apoiar Michel Temer, o PMDB catanduvense continua do jeito que está"

Na semana passada, o vereador José Alfredo anunciou que estava indo a Brasília encontrar o amigo Michel Temer, que nada mais é que o atual presidente do Brasil. Foi motivo de comentários irônicos no meio político, pois muitos acreditaram que seria uma bravata do "Zé do Povo". Não era. Repentinamente, surgiram na imprensa fotos de José Alfredo sendo recebido por um sorridente Temer, que até foi presenteado com um DVD do vereador.

Ao contrário daquelas famosas fotos tiradas por políticos apenas para manter o protocolo, estas foram diferentes, repletas de abraços e sorrisos. Isso já foi o suficiente para que outras especulações surgissem. Agora, com esta força dentro do partido, José Alfredo poderia tentar ficar com a legenda e ser um candidato a prefeito? Estas e outras perguntas foram feitas ao vereador, que ainda muito feliz com a repercussão de sua viagem, respondeu a todos os questionamentos.

Inclusive, um bastante incômodo: sua ação judicial movida contra uma jornalista de O Regional, Nathália Silva. Para José Alfredo, não estaria havendo imparcialidade - sugerindo nas entrelinhas que alguns vereadores estariam tendo privilégios na linha editorial do jornal.

Aproveitou ainda para dar uma estocada, de leve, no deputado federal Sinval Malheiros. Sem dizer nomes, criticou a falta de fidelidade partidária, o que atrapalharia o bom relacionamento de Catanduva com os bastidores do poder em Brasília.

Enfim, abaixo, a entrevista com José Alfredo, a primeira que ele concede após sua volta, feita através de troca de e-mails entre o site Passando a Limpo e o vereador "Zé do Povo".:

Passando a Limpo - Como ocorreu o encontro com o presidente Michel Temer?

José Alfredo - Ocorreu de forma benfazeja e com muita transparência, onde a AMIZADE iniciada há 40 anos construiu os degraus do ENCONTRO e pela ação espiritual do SENHOR DA VIDA - nosso PAI CELESTIAL, que esta sempre me acompanhando - o quase impossível se concretizou - para o bem de Catanduva e de São Paulo.

Passando a Limpo - Quais os resultados concretos que Catanduva obteve com este encontrou ou o que podemos esperar do futuro?

José Alfredo - A permanência do valor e do projeto de retirada dos TRILHOS da A. L. L. do centro da cidade, hoje mais por força de ser mantida a segurança, do que propriamente em face da mobilidade, como uma das prioridades de nossa REGIÃO na pauta PRESIDENCIAL. Nosso movimento iniciado quando da minha administração junto ao DNOS, hoje DNIT órgão do MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES, culminando com a minha sustentação oral junto ao DNIT no dia 30 de outubro de 2014, quando esta DIRETORIA APROVOU por UNANIMIDADE abrindo a concorrência pública para a configuração do projeto no valor de DOIS MILHÕES E OITOCENTOS MIL REAIS - projeto de 17 quilômetros, aproximadamente, de contorno passando pela lateral esquerda junto a CITROVIDA (sentido Pindorama/Catanduva) ultrapassando a Rod. Pedro Monteleone e ingressando entre as USINAS: São Domingos e Cerradinho em direção à CATIGUÁ.

O encontro foi um sucesso: o amigo PRESIDENTE DR. ~MICHEL TEMER garantiu a permanência no PAC III (3), como tínhamos certeza que iria acontecer pelo que conheço desse consagrado homem público o "SENHOR CONSTITUIÇÃO" como eu o considero ao lado do nosso eterno timoneiro o inesquecível companheiro ULISSES GUIMARÃES.

Passando a Limpo - Como o senhor criou estes laços de amizade com o atual presidente do Brasil?

José Alfredo - Começou com o seu escritório jurídico na Av Paulista, ele como MESTRE DA CONSTITUIÇÃO e esse amigo como simples e pós graduado em DIREITO ELEITORAL.

Passando a Limpo - Atualmente, o PMDB está com Cidimar Porto e Afonso Macchione. Esta situação irá prevalecer?

José Alfredo - - Se for para bem do PMDB em apoio a PRESIDENCIA DA REPÚBLICA do AMIGO PRESIDENTE MICHEL TEMER poderá prevalecer. Porém se for somente para fins eleitoreiros não deverá prevalecer.

Passando a Limpo - O senhor é pré-candidato a prefeito nestas próximas eleições?

José Alfredo - A princípio...sou um servidor espontâneo simples e de muita luta, como ontem, INTEGRANTE do ANTIGO MANDA BRASA. E o desejo, que o meu projeto "MENS SANA IN CORPORE SANO": CPF ESPORTIVO para a criança de 7 a 18 anos com apoio de PROF. DE EDUCAÇÃO FÍSICA - MÉDICO - DENTISTA - PSICÓLOGO - com toda indumentária para todas as atividades esportivas gratuita - preparando uma nova geração de brasileiros - através da competitividade esportiva. O futuro a DEUS pertence.

Passando a Limpo - Por quais motivos Catanduva - mesmo tendo um deputado federal - ainda sofre para criar laços com Brasília?

José Alfredo - Falta de ideal partidário. Não se muda de partido como se muda de roupa. Precisa o homem público ter linha político-publica partidária - ter IDEAL PARTIDÁRIO DE ORIGEM.

Passando a Limpo - Hoje, o PMDB é apontado como um partido que se assemelha a uma Hidra, com várias cabeças. Isso depõe contra a união partidária. Até quando o principal partido histórico do Brasil continuará a ter mais caciques de índios?

José Alfredo - Em verdade o PMDB nunca foi autenticamente e com representação na Presidência da República. O Dr. JOSÉ SARNEY, quando PRESIDENTE não era PMDB quando assumiu. Agora sim com o DR.MICHEL TEMER é o PMDB à frente da REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. Desejávamos ter um verdadeiro pemedebista na PRESIDENCIA. Um só líder, um só estadista, um só e único líder/estadista. Ou melhor "O SENHOR CONSTITUIÇÃO". E a história me reservou esta grande felicidade e a toda NAÇÃO BRASILEIRA.

Passando a Limpo - O senhor se considera uma força ativa dentro do PMDB ou atualmente as atuais lideranças já não comungam de seus ideais para o país?

José Alfredo - Acho que continuo a mesma força ativa. Cheguei a ser cogitado a ser candidato a VICE GOVERNADOR em movimento encabeçado pela frente MUNICIPALISTA e pelo SEC DE OBRAS, na época, nosso inesquecível amigo DR. JOÃO OSWALDO LEIVA. Sou muito respeitado dentro do PMDB. Desde do MANDA BRASA - MDB. Lógico que os incompetentes, os invejosos não apreciam a minha história de lutas - de há mais de 35 anos dentro do partido.

Passando a Limpo - o senhor almeja algum cargo em Brasília?

José Alfredo - Nasci para servir e não para ser servido. Sou o que sou. E só sei o que nada sei, como o mestre afirmou. Esta frase levada ao AMIGO PRESIDENTE: "O BRASIL EM MÃOS PROBAS TEM JEITO" me representa junto ao AMIGO PRESIDENTE.

Passando a Limpo - Recentemente o senhor moveu um requerimento à jornalista Nathália Silva, de O Regional, a ser respondido através da 1º Vara Criminal de Catanduva. Não é uma contradição já que seu berço profissional é a imprensa?

José Alfredo - JUSTAMENTE foi com intenção de fortalecer a PERMANENCIA de uma autentica independência da imprensa, que formulei a representação junto a JUSTIÇA COMUM. Não pode uma pessoa que se preza e diz ser jornalista: não ser imparcial. Só mostrar, divulgar e falar sobre um lado dos FATOS, É PRECISO QUE APRESENTE AS DUAS FACES... Não vinha sendo imparcial. Quem é verdadeiramente jornalista, membro do maravilhoso PODER DE COMUNICAÇÃO - chamado de QUARTO PODER - tem que ser justa, imparcial e transparente, apresentar as matérias COM O MESMO ESPAÇO JORNALISTICO E RADIOFÕNICO, em igualdade, para todos os vereadores e homens públicos, que lutam pelo bem de nossa ETERNA NAMORADA - NOSSA CATANDUVA DE TODAS AS HORAS. JAMAIS OMITINDO e IGNORANDO o NOSSO PROFÍCUO TRABALHO em favor da nossa COMUNIDADE.

Passando a Limpo - Se as eleições fossem hoje, como o senhor avaliaria cada candidatura: Vinholi, Macchione, Beth Sahão, Julinho Ramos e Roberto Cacciari Filho?

José Alfredo - SÃO PESSOAS QUE POSSUEM várias CONSIDERAÇÕES... AINDA NÃO AVALIEI QUAL SERIA O MELHOR PARA CATANDUVA. Além dos nomes já conhecidos surgem dois novos nomes, gerações novas que estão à desafiar esse grave momento político nacional, em busca de novos rumos para nossa urbe.

Passando a Limpo - O senhor se sente injustiçado pela sociedade catanduvense? Acha que seu passado, sua administração, não têm o destaque merecido?

José Alfredo - Pelo contrário, sempre recebi do meu povo e da minha gente de origem do meu berço catanduvense da gema, o máximo carinho, respeito e admiração. Uma única vez fiquei pesaroso, quando um vereador, que abandonou a nossa cidade e se mandou para Itália tirou o nome do meu honrado Pai ALFREDO JORGE do ESTÁDIO, conhecido como ALFREDÃO, na linguagem popular até hoje mantida, e que com muito sacrifício na época, hoje orgulho geral, e, em momento justo construí, em 90 dias, com um grupo de eficientes operários, 300 pessoas da 6hs da manhã até as 18hs., e 300 das 18hs a 6hs da manhã, pois pela legislação vigente, com o ingresso pela LEI DO ACESSO E DESCENSO, que aprovamos junto com o DR. OSVALDO DUARTE, WALTER ABRAAO e tantos outros idealistas do pebol e que foi aprovada em setembro de 1975, depois da reunião com o MINISTRO DO MEC MIN. NEY BRAGA, graças aos catanduvenses DR. JOÃO MUGAYAR e DR.ITALO ZACCARO JR - junto ao CND - ex CONSELHO NACIONAL DOS ESPORTES, não havia possibilidade de efetivação, pois o ANTIGO ESTÁDIO SILVIO SALLES só possuía no máximo 12 mil pagantes e a lei exigia 20 mil lugares no mínimo.

Para que todos saibam e do meu carinho para com essa histórica edificação a água, que alimentou as obras era conduzida por adutora subterrânea do poço semi- artesiano, o qual me pertencia, no terreno ao lado, onde hoje foram edificados os predinhos. O lanche dos 300 operários que trabalhavam das 18 hs. até as 6 horas da manhã eram por mim levados, do meu bolso, para alimentar aquela aguerrida equipe de trabalhadores - todos os dias - até o final da obra.

SENTE VOCE MEU CARO ARTHUR e a todos que estão lendo essa entrevista a razão do meu pesar!!! E deixei por LEI o nome do antigo estádio SILVIO SALLES perpetuado no local do SHOPPING - com a DENOMINAÇÃO DE RECINTO SILVIO SALLES. ALÍ É O SILVIO SALLES... NA VILA SOTO É O ALFREDÃO... QUE UM DIA VOLTARÁ A SER DENOMINADO OFICIALMENTE POR JUSTIÇA E POR GRATIDÃO em face da minha luta em favor do esporte local ( sem falsa modéstia - sou sincero - escrevo o que sinto).


Passando a Limpo - Qual a obra que mais lhe trouxe orgulho como administrador?

José Alfredo - FORAM muitas entre as 750 obras - entre portentosas e pequenas obras como: Poço profundo de 600 mil litros hora que abastecem o SÃO FRANCISCO e HIGIENÓPOLIS e as vezes o centro da cidade. O estadio "ALFREDÃO". TINHAMOS só 10 escolas, com apoio do GOV MONTORO E QUERCIA construímos mais CINCO, uma em cada bairro, e a DUPLICAÇÃO do "CORREDOR DA MORTE" a ROD. WASHINGTON LUIZ e todas as VICINAIS ASFALTADAS que ligam nossa amada CATANDUVA com todas as cidades que compõem a nossa produtiva REGIÃO.

O viaduto da RUA SETE DE SETEMBRO. A CONSTRUÇÃO DE CASAS POPULARES e POR MUTIRÃO: CONJ. JULIA CAPARROZ (NOSSO TETO), CONJ. GABRIEL HERNANDES,CONJ. EUCLIDES FIGUEIREDO, ZÉ POVÃO, JARDIM ALPINO, CONJ. LUCIO CACCIARI, FLUORETAÇÃO DE TODA ÁGUA que abastecia CATANDUVA, de dois MILHÕES DE RESERVAÇÃO deixamos COM 12 MLLHÕES, MAIS 10 POÇOS SEMI ARTESIANOS, DE UMA CRECHE "A PETECA" PARA MAIS 12 CHECHES, INSTALAMOS COM O SEC. DA SEGURANÇA, HOJE O PRES. MICHEL TEMER O 30º. BATALHÃO DA POL. MILITAR, 4 (quatro) DISTRITOS POLICIAIS, A DELEGACIA DE POLÍCIA FEMININA E CIA DA POLÍCIA MILITAR FEMININA, as primeiras do INTERIOR, tornando CATANDUVA REGIÃO DE GOVERNO com as outras SECRETARIAS.

NA MINHA ADMINISTRAÇÃO CARO ARTHUR GODOY CATANDUVA SE TORNOU REGIÃO DE GOVERNO, INDEPENDENTE DE RIO PRETO, essa foi uma maiores conquistas do meu GOVERNO.... CARO E JOVEM COMUNICADOR - até o EMBLEMA DA CIDADE recriei -colocando o LEÃO ROMPANTE MUNICIPALISTA no lugar de uma imagem que nada tinha com a nossa cidade, introduzimos a CANA DE AÇUCAR, A LARANJA (nossas riquezas agrícolas ao lado da RAMA de CAFÉ) e RODA DENTADA representando a nossa INDUSTRIA, e tantas outras pequenas obras com a PONTE da AV. 24 DE FEVEREIRO COM AV. SÃO DOMINGOS, PONTE DO PONPEO/SANTA HELENA, PONTE QUE UNICOU OS BAIRROS DO JARDIN VERTONI COM EUCLIDES FIGUEIREDO, ABERTURA DA AV. JOSÉ NELSON MACHADO, ABERTURA DA RUA FORTALEZA, RUA FLORIANÓPOIS, e tantas outras pequenas e grandes obras como as de COMBATE as ENCHENTES E INUNDAÇÕES com a dinamitação dos escombros das pontes antigas em que as novas foram construídas por cima com o feitas na RUA AMAZONAS, PARÁ, BRASIL E MARANHÃO, e aprofundamento do RIO SÃO DOMINGOS, e alargamento do seu leito desde o VERTEDOURO à montante até próximo da divisa com CATIGUÁ, iluminação duplicada das AVENIDAS ANTONIO STOCO, DR OLANDO ZANCANER e tantas outras a luta pela concretização do SENAC e a permanência do SESI, o qual estava encerrando a sua atividade aqui, O GREMIO CAMPEÃO EM 1988 ascendendo a DIVISÃO MAIOR DO FUTEBOL DE SÃO PAULO, e, caso ficasse a enumerar todas esse espaço seria pequeno para registrar como já escrevi - 750 pequenas e grandes obras - MEU CARO JORNALISTA GODOY.

Passando a Limpo - Qual a sua mensagem aos catanduvenses?

José Alfredo - Minha MENSAGEM é mensagem que o AMIGO PRESIDENTE DR. MICHEL TEMER solicitou que transmitisse ao povo catanduvense e a todo brasileiro - onde pudesse dizer - em seu nome e a seu pedido especial: "PACIENCIA... estou há 4 (quatro dias) do meu GOVERNO. Os problemas, todos que imaginassem estar presentes: são em dobro. Peço ao povo brasileiro que possam trabalhar livre de preconceitos políticos e raciais. PEÇO UNIÃO E TRABALHO. E tenham ESPERANÇA e FÉ no DEUS SUPERIOR para que possamos a voltar a ter ORDEM E PROGRESSO!"

SINCERAMENTE: OBRIGADO PELA ENTREVISTA - JOSÉ ALFREDO HP HOMEM PÚBLICO.


Opinião

Trocando em miúdos...

Arthur Godoy Júnior

A entrevista com o vereador José Alfredo, publicada logo acima pelo site Passando a Limpo, acaba por desvendar um mistério destas próximas eleições municipais. Ao contrário de anos anteriores, quando recorreu à Justiça para ter o partido em suas mãos, desta vez José Alfredo não irá se opor ao também vereador Cidimar Porto para que este último entregue o PMDB. O entrevistado diz com todas as letras que "se for para apoiar Michel Temer", o partido continua do jeito que está. Considerando que Porto não tem nada contra o atual presidente do Brasil - muito pelo contrário -, o clima de paz e harmonia dentro do partido deve prevalecer. Pelo menos até a convenção, que ocorrerá dentro de praticamente 60 dias.

Com isso, a base partidária de Afonso Macchione - que é candidato deste o dia 01 de janeiro de 2013 - está mantida. Vai com o próprio PMDB, o PSB (seu partido) e outras duas legendas. Neste final de semana, Macchione esteve acompanhando Cidimar Porto em encontro regional do PMDB, em Rio Preto. Ele não foi a passeio, e sim estreitar relações com as lideranças partidárias, reafirmando mais uma vez sua candidatura. Com a bandeira da paz levantada por José Alfredo, que ao perder o PMDB para Porto fez um discurso duríssimo na Câmara Municipal, pelo menos, por enquanto, os ventos são favoráveis.

Após o encontro de José Alfredo com Michel Temer, em Brasília, o meio político especulou quais seriam as pretensões partidárias do ex-prefeito. Poderia, aproveitando o bom relacionamento com o mais alto escalão do PMDB, tentar promover mudanças dentro da legenda ou pelo menos exigir que ele, José Alfredo, fosse o candidato do partido. Até mesmo por seu currículo administrativo e histórico, apresentado com primor dentro da própria entrevista, o atual vereador teria condições de exigir uma disputa de nomes numa convenção. Porém, vendo que seus interesses partidários estão mantidos, decidiu deixar o barco navegar. Para o suspiro aliviado de Cidimar Porto.

As demais informações apresentadas pela entrevista de José Alfredo são interessantes e trazem à memória um pouco do passado catanduvense. Realmente, todas as obras listadas foram entregues. Tivemos, ao final de seu governo, a chegada das famosas Lojas Americanas, fazendo com que o Silvio Salles fosse transferido de local para a implementação de um importante complexo de lojas - localizado na rua Amazonas. Além disso, foi em seu governo que Catanduva viu nascer a Fecic - leia-se Daniel Palmeira de Lima, ainda rapaz - e o combate diário e incansável às enchentes. Passados 30 anos, pode-se dizer que a administração José Alfredo deixou o seu legado positivo. Tudo o que ele escreveu, realmente aconteceu.

Porém, isso tudo não foi capaz de fazer com que o então prefeito fizesse o seu sucessor. Veio uma avalanche chamada Warley Agudo Romão, que nas eleições fez um estrago e levou a prefeitura. Warley já havia sido prefeito e entregue uma primeira administração impecável. O catanduvense praticamente clamava por sua volta, em comícios memoráveis realizados pelos quatro cantos da cidade. Seu segundo mandato, peloamordedeusmelhoresquecer. Saiu pela porta dos fundos, chutado pela população que não o elegeu sequer para vereador. Até mudou de cidade, e apenas alguns saudosistas chegaram a sugerir sua volta para uma terceira eleição. Não sendo bobo, Warley Agudo Romão preferiu cuidar da vida em São Paulo.

Há uma arrepiante ironia histórica, com se o relógio estivesse dando as mesmas voltas no ponteiro.

Afonso Macchione também já foi prefeito e deve vir muito forte nestas eleições. Geraldo Vinholi, o atual chefe do Executivo, está entregando uma série de obras - quase uma por dia, mas enfrenta grande desgaste político e jurídico. Em tese, neste cenário, o ex-prefeito leva vantagem pois vem com um "recall" considerável (apesar que vai ter que suportar críticas pesadas, pois seu segundo mandato também não foi lá essas coisas), e assim como Warley Agudo Romão, tem muitos simpatizantes na chamada "camada intermediária catanduvense".

Se a história se repetir, Macchione será eleito.

Se a história se repetir, Catanduva e o catanduvense vão levar um ferro do tamanho de um bonde.

Tenham um bom dia.


Consciência

Mais de 300 alunos da Rede Municipal participam da 1ª Semana da Luta Antimanicomial do Hospital Mahatma Gandhi

Na semana passada, o Hospital Mahatma Gandhi (HMG) recebeu mais de 300 alunos da Rede Municipal de Ensino em realização da 1ª Semana da Luta Antimanicomial. Participaram da visita monitorada alunos das escolas: EMEF Prof.ª Helena Darcy Januário, EMEF Prof. Waldemar Martins Aydar, EMEF Arnaldo Zancaner, EMEF Prof. Nelson Macedo Musa e EMEF Prof.ª Graciema Ramos da Silva. Ao todo, 312 crianças do 8º e 9º período participaram das atividades e souberam um pouco mais sobre o funcionamento do hospital e as terapias aplicadas.

O presidente do HMG, Dr. Luciano Lopes Pastor, e o vice-presidente, Marcelo Fernandes, acompanharam as atividades da semana e como saldo apontam a conscientização feita sobre o vício em álcool e drogas.

“Começamos esse projeto com o intuito inicial de apresentar o hospital e as terapias desenvolvidas para esses jovens. Entretanto, percebemos durante a semana, que o foco foi voltado para a conscientização sobre álcool e drogas. Alguns pacientes deram seu depoimento sobre a dificuldade de se libertar do vício da bebida, do vício em drogas e isso deixou os alunos conscientes de que as drogas podem ser um caminho sem volta”, analisam os idealizadores da semana. As visitas foram realizadas pelas monitoras: Keler Cristiane da Silva (Terapeuta Ocupacional), Tânia Carbonera Parra (Assistente Social), Gabriela Mazzutti (Enfermeira RT) e Priscila Bastos (Psicóloga).

No Dia 18 de maio é comemorado o Dia nacional da Luta Antimanicomial, lembrando todos aqueles que sofreram tortura em manicômios e todos os locais tidos como “hospitais” que durante décadas aprisionaram seus pacientes. Indo ao encontro dos preceitos da luta antimanicomial a direção do HMG idealizou a 1ª Semana da Luta Antimanicomial como forma de conscientizar a população sobre a importância de um tratamento adequado, com terapêuticas modernas, mas acima de tudo com respeito e dedicação. Além, de levar informação aos jovens prevenindo quanto ao uso de álcool e drogas.

VISITA

Durante as visitas , os alunos e professores conheceram a Ala Espiritual, onde também é realizado um tratamento, associado aos tratamentos médico e medicamentoso, além da água fluidificada e cromoterapia. O Anfiteatro, Área de Visita, Cantina que oferece lanches, sucos e produtos de higiene, Bosque, onde nos últimos meses foram plantados 200 pés de eucalipto, aumentando a umidade do ar, tornando o local mais bonito e atuando no reflorestamento. Bosque de Passeio que está em fase de implantação, oferecendo aos pacientes uma área arborizada e com sombra para que todos possam caminhar e realizar atividades físicas. Plantação de abobora, melão mandioca, cabaça, utilizada para artesanato, tamarindo, acerola, goiaba, manga, caju, abiu, fruta do conde e a horta, oferecendo uma alimentação rica em nutrientes e livre de agrotóxicos. E as demais áreas administrativas e de lazer que compõe o hospital.

HMG

O Hospital Mahatma Gandhi está localizado em uma área de três alqueires, o que corresponde a quase 80 mil metros quadrados, e uma área construída de 10.000 m². Hoje temos cerca de 150 profissionais, entre médicos, equipe de enfermagem, limpeza, manutenção, terapia ocupacional, educador físico, fisioterapeuta, psicologia, farmácia, nutrição, lavanderia, cozinha, administrativo, assistência social, farmácia e muitos outros.

Serviços:

Hospital Mahatma Gandhi, Rua Duartina 1131, Vila Soto. Telefone: 3524-9070.


Cidade

Wilson Paraná fala sobre a retirada dos trilhos de trem do centro da cidade

O vereador Wilson Paraná (PT) ocupou seu espaço nas redes sociais para falar sobre a retirada dos trilhos de trem do centro da cidade. Ele lamentou o fato do catanduvense ter que esperar quase 40 minutos a cada composição que atravessa as principais vias de acesso. O motorista das ruas São Paulo, XV de Novembro e Florianópolis tem o seu dia interrompido todo esse período.

Paraná apresentou ainda o novo traçado da linha (se conseguir enxergar, é a linha verde escura), e correspondência recebida do Denit. Segundo o vereador, falta ainda o dinheiro para aplicar na obra de retirada das linhas de trem da cidade.



É só clicar

- Romero Jucá acabou falando besteira. Precisa ser demitido, pedir demissão ou assinar embaixo o precoce fim do governo Temer.

- Tem um pessoal gritando "fora, Temer". Sem querer ser chato, eles estão sugerindo colocar quem na cadeira da presidência?

- A Globo cortou tanto o filme que mais um pouco a Rapunzel fica careca..

- Tenho procurado nas bancas o Almanaque Abril 2016. Perda de tempo. A editora Abril cancelou a obra. Vou ter que me contentar com Capricho...

- Fui na Virada Cultural. Um show sem vergonha de Ney Matogrosso, com uma única hora e sem a apresentação dos grandes sucessos. Disse que estava "amando" cantar ali, ao lado da Praça Julio Prestes, local onde vivem tantos desabrigados. Ok, gostaria de saber quanto custou ao povo de São Paulo este amor. Será que se fosse um show pago, no Credicard Hall, não iria cantar até ficar rouco? Quando terminou, não acreditei. Realmente, não vale a pena ficar se espremendo numa multidão, apenas para "ouvir" um show. Por outro lado, a apresentação de Elis, a Musical, foi emocionante. Claro que foi uma apresentação adaptada, com tempo e figurino menores. Mas a intérprete deu um show. Salvou a noite, que terminou em uma hamburgueria com a família.

- O problema não é a existência, ou não, do Ministério da Cultura. O problema é saber como será administrado. Talvez, eu não queira que o governo não receba impostos para financiar estas comédias de humor fácil, seriados da Rede Globo travestidos de filmes, para Hassuns da vida embolsarem uma nota preta. Cultura é uma coisa. Mamata é algo bem diferente.

PARA LER ARTHUR GODOY NO FACEBOOK - CLIQUE AQUI


Colunismo mais que social tem nome e sobrenome:

Arlindo Gutemberg

Aguardando atualização...

PARA ACESSAR A PÁGINA DE ARLINDO GUTEMBERG NO FACEBUNDA - CLIQUE AQUI OU NO LINK ACIMA -



http://twitter.com/arthurgodoyjr


Tempo e temperatura


- Lembra do Zé do Povo como radialista?

- Naquela época eu nem era nascido...



Há quase três anos...

No dia 26 de julho de 2013, Fabiana Cristina de Paula, professora, desapareceu. Fabiana, onde você está?


Para avaliar o que leu no site Passando a Limpo e o nosso trabalho e linha editorial, clique no banner acima.


Google


JORNAIS


PODERES


ENTRE EM CONTATO

99119-2715

(017)

- Não precisa discar código de operadora. É direto!

ou...

(011) - 99118-5007

(011) - 2725-1346

E-mail: arthur007@uol.com.br


Conectados

Onde estão os nossos leitores...

No Brasil

Potirendaba, Palmares Paulista; Novais; Elisiário; Tabapuã; Novo Horizonte; Carapicuiba; São Pedro; Ribeirão Preto ; São Paulo ; Catanduva ; São Jose Do Rio Preto; Campinas ; Araraquara ; Bariri ; São Carlos; Brasilia ; Rio de Janeiro; Marilia ; Sorocaba; Aracaju ; Presidente Prudente; Araçatuba ; Lins ; Paulínia; Osasco ; Fernandópolis; Porto Alegre ; São Jose Dos Campos; Uberlandia ; Barretos ; Franca ; Braganca Paulista; Santo Andre ; Americana ; Piracicaba ; Bauru ; Recife ; Tres Lagoas; Guarulhos ; São Vicente; Belo Horizonte; Assis ; Santos ; Hortolândia; Pindamonhangaba; Apucarana ; Jundiai ; Cuiaba ; São Caetano Do Sul; Nova Odessa ; Leme ; Indaiatuba; Navegantes; Pelotas ; Curitiba ; Salvador ; Goiania ; Rio Claro; Florianópolis; Barueri ; Manaus ; Taubate ; Limeira ; Itajuba ; Adamantina; Fortaleza ; João Pessoa; Presidente Epitácio; Santa Maria ; Cornelio Procópio; Blumenau ; Mogi-Guacu ; São Leopoldo; Londrina ; Bélem ; São Luis; Lorena ; Cascavel; Campo Grande; Suzano ; Botucatu ; São Sebastião; São João Da Boa Vista; Natal ; Ourinhos; Vitoria ; Porto Velho; Laranjal Paulista; Nova Iguacu ; Macapa ; Porto Ferreira; Caxias Do Sul; Chapeco ; Maceió ; Pocos de Caldas; Novo Hamburgo; Vila Velha ; Joinville ; Niteroi ; Dracena ; Cubatão ; Petrópolis; Uberaba ; Criciuma ; Teresina ; Canoas ; Conquista; Palmas ; Iperó ; Vitória Da Conquista; Imperatriz ; Vicosa ; Sete Lagoas; Porto Real ; Juatuba ; Itarare ; Jaguarari ; Santa Rosa; Caçador ; Ponta Grossa; Tupã ; Araguaina; Macaé ; Alfenas ; São Bernardo Do Campo; Eunapolis ; Passo Fundo; Cafelândia ; Flores Da Cunha; Cabo Frio ; Sobral ; Rio Verde; Mocóca ; Parobe; Itaperuna ; Barra Mansa; Campos ; Ribeirão Pires; São Jose Do Rio Preto; Lençóis ; Caetite ; Ijui ; Braço Do Norte; Mossoró ; Juazeiro Do Norte; Campina Grande ; Simões Fiho ; Floresta ; Teófilo Otoni; Três Corações; Teresópolis ; Paulista ; Dourados; Santana Do Livramento; Itaguai ; Itapetininga; Araxa ; Lajeado ; Cataguases; Cotia ; Avare.

Ao redor do planeta

United States ; Canada ; United Kingdom ; Panama; Argentina ; Portugal ; Italy ; Spain; France; Nigeria; Japan ; Angola; Germany; Chile ; Switzerland ; Ireland ; Turkey ; Guatemala ; Ecuador ; Russia ; Mozambique; Netherlands ; Sweden ; New Zealand; Czech Republic; Bolivia ; Colombia ; South Korea; Estonia ; Mexico ; Norway ; Paraguay ; Dominican Republic.

Fonte: Google


Sua cidade não está na lista? Mande-nos um e-mail para que possamos atualizá-la.


Se você gostou deste site, acha que falta alguma coisa, colabore com a gente. Envie e-mail para arthur007@uol.com.br, ou telefone para (17) 9119-2715. Precisamos do seu apoio e incentivo, já que esta página é editada em São Paulo - S.P., a 385 km de Catanduva e região. Nossa intenção é informar, debater e ajudar. Mande suas informações, fotos, comentários. Ajude a manter este espaço. Agradecemos desde já. (Passando a Limpo)


Atenção!

Para ter Passando a Limpo em seu órgão de informação, ou receber material editorial de Arthur Godoy Junior, entrar em contato com a direção do site pelos telefones, e-mail ou endereços citados nesta página. Consultorias em jornalismo e estratégias de informação também podem ser adquiridas pelo mesmo método.


Site Meter


Passando a Limpo é uma publicação on-line do jornalista Arthur Godoy Júnior (MTB 26.822) Endereço para contato: Rua Domingos Teotônio Jorge nr. 61 - Aricanduva - São Paulo - S.P, CEP 03904-040. Telefones: (17) 99119-2715, (0xx11) 2725-1346 e (0xx11) 99118-5007. E-mail: arthur007@uol.com.br - Hospedado na Locaweb - São Paulo. On-line desde 19/01/2003.