www.passandoalimpo.com

Arthur Godoy Júnior

arthur007@uol.com.br

(17) 99119-2715

LEITORES ON LINE


São Paulo, 25 de outubro de 2014

Atualizado às 10h10



Números

Segundo enquete, 86% dos leitores querem saber detalhes e o nome dos vereadores suspeitos de extorsão

O presidente do legislativo Marcos Crippa decidiu arquivar o ofício do MP informando sobre vereadores suspeitos de extorsão. Qual a sua opinião?

Está certo. Sem uma apuração total não se pode divulgar nomes. - 6,94% (10 votos)

Um absurdo. A população de Catanduva merece conhecer o que acontece na Câmara. - 50,00% (72 votos)

Acho que os vereadores merecem o sigilo. - 2,08% (3 votos)

Quero a divulgação dos nomes e detalhes do caso. - 36,81% (53 votos)

Sou indiferente a isso. - 4,17% (6 votos)

Total: 144 votos




Atenção Comerciante!!

A fiscalização do Procon de São Jose do Rio Preto, está visitando os estabelecimentos comerciais de Catanduva e autuar aquelas que não se enquadram nas exigências da Lei nº 10.962, que trata da afixação de preços nos produtos.

Portanto, para que sua empresa esteja dentro das exigências da Lei, acesse a mesma no site: www.sincomerciocatanduva.org.br e não corra risco de autuação.

O Sincomercio oferece gratuitamente as empresas associadas uma cartilha com o conteúdo da Lei nº 10.962

A Lei nº 10.962 é bastante abrangente e não se limita apenas a afixação de preços, mas também a exigências de placas orientativas sobre a aceitação de cheques, cartões de crédito dentre outras.

Para que os comerciantes possam saber todos os detalhes da Lei, o Sincomercio, através do Conselho da Mulher Empresária, solicitou a realização de uma palestra esclarecedora sobre o assunto ao Procon de São Jose de Rio Preto. A mesma acontecerá no próximo dia 06 de novembro as 19:30hs, no anfiteatro da Prefeitura Municipal. A Palestra é gratuita, devendo as inscrições serem feitas no Sincomercio, já que as vagas são limitadas.



Prezado Arthur Godoy

Segue aqui o que foi discutido e acertado em reunião por um grupo de artesãos e artistas, profissionais competentes e compromissados com seus trabalhos, alguns com anos e até décadas atuando em suas atividades, seja com a venda de produtos, como arte educadores em Catanduva e região, ou quaisquer outros tipos de serviços ou assessorias relacionadas às suas áreas de atuações. E sempre, sempre colaborando para o desenvolvimento cultural de nossa cidade. Somos pessoas jurídicas, prestamos serviços em vários projetos culturais desenvolvidos por municípios, pelo Estado, por ONGs, empresas privadas e até mesmo instituições religiosas.

O www.passandoalimpo.com é sempre acessado por muitos leitores de Catanduva e região, como consta em seu site. Percebemos que algumas vezes surgem comentários, de um ou mais leitores anônimos, sempre tentando denegrir a imagem do trabalho realizado pela Secretaria de Cultura de Catanduva, onde também prestamos serviços. Nunca nos manifestamos, pois sabemos que comentários anônimos nunca são dignos de confiança. Mas diante da ultima postagem do dia 22 de outubro de 2014, postagem essa que gerou até entre os alunos dos projetos culturais certo receio de que algo grave poderia estar acontecendo, resolvemos nos manifestar e esclarecer os comentários feitos anonimamente. Primeiro fica a dúvida se o anônimo é um artesão e arte educador realmente, pois é como ele se coloca.

É comum a Secretaria de Cultura realizar reuniões com seus prestadores de serviços para discutir sobre o andamento dos trabalhos, cronogramas, etc. Em nenhuma das reuniões, assim como na última, recebemos ameaças de qualquer funcionário da Secretaria de Cultura, assim como nunca fomos orientados a não mandar comentários para seu site como cita o anônimo. Em nenhum momento surgiram comentários sobre eleições ou campanhas de qualquer candidato.

Quanto ao pagamento, não entendemos, pois esses estão sendo efetuados dentro do cronograma previsto e não devido às denuncias. Com relação à feira que foi citada, também não entendemos, pois é comum a Secretaria de Cultura realizar feiras para expor e divulgar os trabalhos de artesanato e artes plásticas, dos arte educadores, alunos ou de qualquer outro artista da cidade. Acreditamos que enquanto Secretaria de Cultura, ela nada mais está fazendo do que cumprir com o seu papel. Só este ano já foram realizadas várias feiras de artesanato e exposições de telas e fotos, que aconteceram no prédio da Estação Cultura.

Com certeza o anônimo deve ser também um leitor assíduo do seu site e irá ler nosso descontentamento com suas atitudes. Que ele seja abençoado e possa seguir sua vida tranquilamente e feliz, sem ficar criando situações confusas na vida de muitas pessoas, e, finalmente, para que possamos trabalhar em paz.

Para finalizar, queremos deixar claro que o anônimo não nos representa. Sempre que tivermos algo a comunicar nos identificaremos, assim como agora.

Atenciosamente,

Roberto Mazinini, Roseli Garcias, Alexandra Marcondes, Fredson Oliveira Silva, Mônica Patrícia Dutra, Maisa Franco Martinez, Osmarina Borges, Benedita Gil, Vera Lúcia Mói e Vanda Mazenini.

Roberto Mazinini - www.arteafins.com.br


É só clicar

"Gente, o Brasil está mudando! E se mudar mais um pouco todos estaremos falando castelhano.."

"Temos que respeitar as opiniões contrárias. Nem todos pensam como a gente. Um amigo meu, por exemplo, disse que ia votar na Dilma. Tudo bem. Pena que ele foi atropelado por um carro desconhecido lá pelos lados do Aricanduva..."

"Cansei de falar sobre política. Agora vou falar sobre pornografia. Viram as últimas pesquisas?"

"Todo mundo quer justiça. Até o momento em que a justiça começa a cortar dos dois lados..."

PARA LER ARTHUR GODOY JUNIOR NO FACEBOOK - CLIQUE AQUI


Nas bancas


Nas bancas


Justiça

Polícia Civil receberá gravações que podem comprovar extorsão praticada por vereadores; prisão, no momento, está descartada

A Polícia Civil de Catanduva deverá receber nos próximos dias gravações de conversas ocorridas em gabinetes de vereadores de Catanduva que comprovariam a prática de extorsão praticada pelos edis contra assessores. Segundo a denúncia, os funcionários eram obrigados a devolver metade do salário recebido da Câmara Municipal aos parlamentares que os contrataram. Três vereadores desta legislatura e um da passada são investigados. O Ministério Público realizou uma apuração preliminar, abrindo logo em seguida um inquérito civil. Porém, a promotoria encontrou prática criminosa encaminhando a documentação para a Delegacia Seccional de Polícia, que instaurou inquérito policial.

Os vereadores não tem privilégio algum e a denúncia pode tramitar pela Justiça Comum. Assessores já informaram possuir gravações de conversas dos gabinetes. Nelas, a prática de extorsão estaria comprovada. "À medida em que os fatos começaram a ser esclarecidos, surgiram novos e tomamos a cautela de verificar todas as informações" disse o delegado Luis Roberto Ricci. As gravações poderão ser encaminhadas ao Instituto de Criminalística para degravação e o laudo juntado aos autos. Toda a transcrição do material gravado irá orientar o inquérito policial.

A Polícia deverá intimar os vereadores. Caso sejam comprovadas as denúncias, poderão ser indiciados por Extorsão, cuja pena varia de 4 a 10 anos e multa. Como os vereadores possuem endereço fixo, por enquanto, está descartado pedido de prisão.

As testemunhas e vítimas poderão pedir proteção policial e do Ministério Público já que - segundo uma fonte - estariam sofrendo ameaças veladas.

A Promotoria deverá tornar público o nome dos vereadores investigados. O MP aguarda apenas o retorno dos autos do inquérito civil, já que eles se encontram em São Paulo.


Cidade

Avaliados, Parques de Macchione apresentam baixa qualidade dos equipamentos

O prefeito Geraldo Vinholi manteve contato com representantes de empresas contratadas pelo BIP e que atuaram na construção dos Parques Mandaçai e Ype, entregues na administração Afonso Macchione. Segundo o prefeito, foi detectada a baixa qualidade dos equipamentos utilizados e material de construção. Ele explicou que esta situação onera o município e dificulta a utilização dos espaços. Será apresentado um relatório completo, com medidas corretivas.


Opinião

Pão, pneu, Petrobrás

Luiz Roberto Benatti

Jean Valjean, personagem de Victor Hugo no romance Os miseráveis, sem cuja obra o PT não teria sido posto de pé e pé ante pé ter alcançado o poder, diante da situação de família de extremada pobreza, roubou um pão e, pelo ato de ousadia, foi condenado a 5 anos de prisão, mais tarde, em razão das sucessivas fugas, convertidos em 29. No dia 10 de setembro último, o jornal Daily news noticiou a prisão por um ano de Rick Perkins pelo roubo de pneus revendidos por 200 dólares. Com os 5oo paus de cada pneu, Valjean teria comprado todos os pães de Paris naqueles dias sombrios, do mesmo modo que, apenas com os 40 milhões que a Camargo Correa lavou para a Petrobrás, os pães teriam sido garantidos aos parisienses empobrecidos por um século. A punição por roubo assenta-se sobre a moralidade volátil pela qual tanto o homem público mediano quanto o eleitor desaculturado, em razão de sua ignorância racional, pautam suas vidinhas e por essas lentes enxergam o mundo. È fácil escandalizar-se com o furto de pneu, em especial se o administrador público comer bronha e não atuar na hora certa. Hoje o vereador fiscaliza quando ontem, sem remuneração, ele legislava. Hoje o vereador leva a cidade a atolar-se e recuar para o passado provinciano, quando ontem ele tudo fazia para empurrá-la para o futuro. Por falar em pão, que tal comentar o sorteio das 1200 casas populares nas quais os tetranetos de Jean Valjean poderão morar enquanto a criançada balança-se em pneus velhos na pracinha? A produção diária de pneus no planeta é de 2 milhões: o Brasil produz 40 milhões por ano e descarta a metade. Rick Perkins não teria prestado atenção nos nossos pneus: ele só furtava os de Cherokee. A única realidade do Brasil contemporâneo é o dinheiro, porque o resto é pneu velho atirado no Rio São Domingos.


Ela procura emprego...


Opinião

Um câncer silencioso

Arthur Godoy Júnior

Na última terça-feira, 21, pela primeira, o assunto envolvendo a denúncia de suposta extorsão praticada por vereadores da Câmara Municipal de Catanduva contra assessores foi parar em plenário. Foi pela fala do presidente Marcos Crippa, que praticamente se justificou por ato não realizado após receber ofício da Promotoria Pública onde era comunicado das investigações envolvendo três parlamentares atuais e um da legislatura passada. Alegando que estava respeitando sigilo, o presidente do legislativo mandou arquivar o ofício e sequer encaminhou a matéria para a Comissão de Ética da Câmara Municipal. Para completar o cenário, o senhor Nilton Cândido - presidente da tal comissão - utilizou o microfone para falar que Marcos Crippa estava certo. Pela lógica parlamentar, se a Justiça já apura algo, melhor não mexer no vespeiro. Por esta mesma lógica, pelo menos meia dúzia de CEIs que tramitam a passos de tartaruga pela Câmara já poderiam ser arquivadas já que matérias idênticas estão sendo apuradas pela Justiça. Acho que Cândido perdeu a grande chance de ficar calado, ainda mais na posição da comissão que deveria apurar se os vereadores estão ou não faltando com o decoro parlamentar.

O que os nobres vereadores talvez não tenham percebido é que esta situação já se encontra nas ruas. É assunto das esquinas, e com o sigilo solicitado pela Promotoria, os nomes se multiplicam pelas centrais de boatos. Assim, todos os parlamentares - até mesmo aqueles que conheço de longa data e merecem o meu respeito - acabam sendo atingidos pela lama de alguns poucos. O nome do legislativo e de seus representantes vai escorrendo, aos poucos, pelo ralo. A classe política já carrega uma enorme fama desabonadora. Com mais este escândalo, a coisa fica ainda pior. Pois quando os catanduvenses tomarem conhecimento dos nomes de cada vereador envolvido na denúncia, talvez seja tarde demais até mesmo para aqueles que não têm nada a ver com isso.

A justificativa de Marcos Crippa é frágil, já que o promotor informa que o inquérito está sob sigilo - ato este que está com os dias contados. Ele, Crippa, que não está na relação dos investigados, puxou para si uma responsabilidade enorme. Não há como deixar de pensar em três situações: ele não sabia, sabia e acredita que os vereadores são inocentes ou sabia e está sendo conivente. Uma péssima situação e que futuramente poderá lhe trazer dificuldades políticas. Por outro lado, o presidente do legislativo lembrou o caso da pedofilia e o circo, o que não deixa de ter razão. Mas isso é suficiente para não pedir a apuração pelo Conselho de Ética? Então, para que existe o tal conselho se todos são inocentes, até mesmo os suspeitos?

Já escrevi por aqui e em outros lugares que esta história de extorsão é nojenta. O salário de vereador beira os R$ 9 mil, para quatro sessões mensais. Exigir de um trabalhador - numa situação complicada - metade de seu salário é uma forma inescrupulosa e repulsiva de corrupção. O catanduvense precisa expulsar da vida pública quem pratica este tipo de atividade ilícita. E caso algum vereador esteja sendo injustiçado, que isso fique bem claro. Pois acho que o mais importante é buscar a verdade, doa a quem doer.

Enquanto isso, mesmo que estejam fingindo que nada está acontecendo, os edis estão sendo corroídos por um silencioso câncer. E não é fugir da realidade que vai acabar com o problema, muito pelo contrário.

Câncer, se não tratar rápido, mata.


LINHA DIRETA

(17) 99119-2715

(11) 99118-5007

Quer passar um recado, uma informação, fazer um comentário? Com total sigilo? Mande-nos um "zap zap" para (17) 99119-2715 ou (11) 99118-5007. Ajude-nos a fazer um site ainda mais abrangente. Estamos aguardando!


Política/Justiça

Crippa anuncia que mandou arquivar ofício do MP comunicando o nome dos vereadores investigados de extorsão contra assessores; diz que seguiu a ordem de "sigilo"

O presidente da Câmara Municipal, Marcos Crippa, assumiu a responsabilidade pelo fato da Comissão de Ética do Legislativo não ter aberto qualquer procedimento contra vereadores que estão sendo investigados por extorsão contra ex-assessores. Ele ocupou a tribuna da Câmara e por cerca de 15 minutos falou sobre o assunto, dizendo ter seguido uma determinação do Ministério Público que teria ordenado sigilo dos nomes citados. Crippa disse ainda que mandou arquivar e não vai voltar atrás, já que não expõe nomes de vereadores em situação vexatória. Ele lembrou ainda o caso da pedofilia onde os acusados foram inocentados após "um verdadeiro circo" que foi realizado.

Nilton Cândido, que preside a Comissão de Ética, pediu uma aparte e disse concordar com a decisão de Marcos Crippa. Cândido - que não precisaria de uma determinação de Crippa para abrir qualquer investigação - argumentou que já existe uma investigação na área judicial e não cabe aos vereadores abrir um novo procedimento.

Na semana passada, o site Passando a Limpo divulgou com exclusividade trecho do ofício encaminhado pela promotoria ao presidente da Câmara, demonstrando que o legislativo foi notificado das investigações e os nomes dos quatro vereadores envolvidos, sendo três da atual legislatura e um da vereança passada.

Na realidade, no ofício encaminhado pela promotoria não existe qualquer ordem expressa para que o caso ficasse em sigilo, mas sim que a presidência apurasse possível quebra de decoro parlamentar.

A própria promotoria não descarta divulgar o nome dos vereadores envolvidos, tendo em vista ter passado o período eleitoral e o número de pessoas que já citaram em redes sociais a identificação de alguns dos parlamentares.

Mesmo com a possível divulgação de nomes, Crippa descartou qualquer providência da Câmara Municipal enquanto o caso não estiver "transitado em julgado".

Quem irá avaliar se a decisão de Marcos Crippa - engavetar o ofício da promotoria - será a população de Catanduva. Não apenas agora, quando o assunto está pelas esquinas, mas também nas próximas eleições. O presidente da Câmara argumentou que obedeceu uma ordem da promotoria, ordem esta que não existiu. Na realidade, o promotor encaminhou o ofício para comunicar a instauração de um inquérito civil, além de apresentar os fatos para análise de uma eventual quebra de decoro parlamentar. Para o promotor, segundo o ofício, a notícia de extorsão contra assessores tem seu fundamente, sendo este o motivo de abertura de investigação mais aprofundada. Para a Comissão de Ética da Câmara, presidida por Nilton Cândido, a decisão de Crippa é correta.

Podemos dizer que Marcos Crippa tomou uma atitude política. Como ocorrera em decisões anteriores, em outras situações com outros protagonistas, Marcos Crippa preservou o nome de vereadores envolvidos em supostos escândalos. Ao mesmo tempo em que diz esperar a Justiça e não cometer erros, costura nos bastidores sua imagem de "presidente xerife". Assim, com isso, vai amarrando acordos para futuramente conseguir ter força para indicar seu sucessor. É quase uma troca, que tem seus custos.

Ao mesmo tempo em que Marcos Crippa diz querer preservar a imagem de colegas de plenário, desgasta ainda mais a fotografia política do legislativo. Afinal, fica-se com aquela impressão de pizza, de camaradagem, de sujeira para debaixo do tapete. Muitos vereadores pensam que estão agradando com seus discursos eloquentes e contundentes, quando na realidade não percebem que a população imputa - também a eles - as dificuldades administrativas que a cidade atravessa.

Bem, resta saber até quando os vereadores conseguirão deixar trancados a sete chaves os nomes dos envolvidos. Pois a cada dia que passa e com a proximidade das próximas eleições, este cadeado vai afrouxando um pouco mais....

A sociedade quer nomes e respostas.

Esta é a opinião do site Passando a Limpo.


Sorteio

A vencedora do sorteio que presenteou um livro "Na Margem", de Florence Manoel, foi Jussara Marangoni. Os dados da leitora serão encaminhados à autora, que entregará o livro autografado. Agradecemos a todos os que participaram e à própria Florence, que gentilmente cedeu um exemplar para o nosso sorteio.


Opinião

PESQUISA DE PAI MIZIFIU

Humberto Giovanini

A eleição chegou .

As pesquisas , ora dizem uma coisa , ora dizem outras , e o eleitor está mais perdido que cego em tiroteio .

Também pudera : um tenta desconstruir a imagem do outro . Se o patulêico eleitor prestar bem atenção e for votar , vai ver que ambos são iguais e ruins .

Um chama o outro de ladrão , mentiroso , cachaceiro , etc . Só não xingam a mãe.

Enquanto na juventude uma estava presa por assalto a bancos , roubo na casa do ´´ Dr. Rui ´´ , o outro ficava na farra com mulheres , regado a .......

Depois dessa baderna toda , e na intenção de posicionar melhor o nobre patulêico quanto ao destino de seu precioso voto , resolvi procurar aquele que conhece o passado , mas principalmente pode lhe ajudar quanto ao futuro : Pai Mizifiu .

Pai Mizifiu , em seu terreiro é imbatível .

Depois de acender sete velas para o PT e sete velas para o PSDB , os tambores começam a tocar .

Cachaça para aliviar a tensão e eis que aparece o guia : Caboclo chupa rolha .

_ Diga o que quer mizifiu

_Queria saber quem vai ganhar a eleição

_Tem coisa melhor não ? Essas sete velas que estão acesas para cada partido é de caixa dois ?

_Não caboclo chupa rolha . É de bom coração .

_Avisa o patulêico que qualquer um dos dois que ganhar , a merda é a mesma , só muda o penico. Fui. Tudo como dantes no quartel ..............


Moradia

Prefeitura de Catanduva divulga nomes dos sorteados e suplentes

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Coordenadoria de Habitação torna pública a relação de nomes sorteados e dos suplentes no processo habitacional, em sorteio realizado no último sábado (18), no Estádio Silvio Salles.

Os nomes dos sorteados e suplentes estão disponíveis no site da Prefeitura de Catanduva.

PARA CONHECER A LISTA DE SORTEADOS E SUPLENTES - CLIQUE AQUI


Apenas aqueles que têm o único objetivo eleitoreiro e oportunista criticam ou irão criticar o evento de sorteio de casas que aconteceu na manhã de hoje no Estádio Silvio Salles. Verdade seja dita. A última entrega de casas populares - nestas proporções - aconteceu no mandato do ex-prefeito Felix Sahao, quando vimos surgir o bairro Theodoro Rosa Filho, bem como o seu excelente projeto de desfavelamento. Em oito anos de governo Macchione vimos um mutirão e nenhuma grande iniciativa em buscar recursos para imóveis.

Tanto é que uma das promessas de Beth Sahão em sua campanha foi a construção de casas. Naturalmente, é de conhecimento de todos que o maior sonho de qualquer pessoa é sua casa própria.

Assim, ao ver as imagens de pessoas sendo sorteadas, notamos nos olhares a esperança, a alegria, a satisfação.

Um governo só merece qualquer reconhecimento quando trabalha para o bem da população, do ser humano. Nesta manhã de sábado, finalmente, o prefeito Geraldo Vinholi demonstrou a que veio. Esperamos e torcemos para que venham mais investimentos, mais recursos, mais benefícios ao povo mais carente. Deixamos nossa torcida para que as pessoas contempladas no sorteio estejam com sua documentação em dia e possam entrar em seu imóvel próprio.

Parabéns ao prefeito, ao Salamanca, aos membros de seu governo, às autoridades estaduais - e federais - e até mesmo para os vereadores Amarildo Davoli e WilsonParaná Anastácio, que apesar de serem da chamada oposição estiveram no gabinete do prefeito para acompanhar o lacre das urnas.

Esperamos que este seja um sábado feliz para todos. E quem não for sorteado que não desista, pois um dia - se Deus quiser - todos terão em Catanduva um lugar para morar.


http://twitter.com/arthurgodoyjr



Tempo e temperatura


- E o assessor o que que é?

- Ladrão de pneus...


Legislativo

CEI solicita documentos para iniciar investigação de cogestoras

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) constituída para apurar possíveis irregularidades nos contratos de cogestão firmados pelo município para a área da saúde solicitará inúmeros documentos à administração municipal. Trata-se da ação inicial no processo investigativo. A decisão foi tomada durante a reunião de instalação da comissão, na última quarta-feira (8).

Serão requeridas cópias de contratos e aditamentos, notas fiscais e de empenho, além de guias de recolhimento do FGTS das quatro organizações de saúde: Instituto Sollus, Hospital Psiquiátrico Mahatma Gandhi, Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar (Pró-Saúde) e Instituto Americano de Pesquisa, Medicina e Saúde Pública (Iapemesp).

Na reunião, também foram definidas as funções de cada integrante do grupo presidido pelo vereador Aristides Jacinto Bruschi, o Enfermeiro Ari (PV). O relator será Nilton Cândido (PTB), tendo como secretário Luís Pereira (PSDB). Completam a comissão Cidimar Porto (PMDB) e Amarildo Davoli (PV). O grupo tem prazo de 180 dias para concluir a apuração.

“Vamos analisar cada vírgula e cada ponto, cada número de nota fiscal, comparando cada contrato e item, para ver a verdade sobre cada nota que foi dada na Secretaria de Saúde. Aqueles que fizeram (tudo) bem feito, merecem aplausos. Quem tem responsabilidade, arcará com ela. Se houver culpado, será cobrado de forma veemente”, diz Enfermeiro Ari.

Segundo ele, a intenção é buscar a verdade com relação à prestação de serviço das quatro cogestoras. “Queremos o bem de Catanduva doa a quem doer. Queremos a verdade. Quem tem culpa, tem culpa. Quem tem responsabilidade, será responsabilizado”. O trabalho da comissão, afirma o parlamentar, será encaminhado de forma apolítica e transparente.

Trâmite

A pretensão do presidente da CEI é marcar nova reunião tão logo os documentos sejam encaminhados pela prefeitura à Casa de Leis. “Vamos dar celeridade aos trabalhos”, afirma.

(Guilherme Gandini)


Jornal da Câmara - Edição 40



Lançamento da Rádio Briza, hoje Nativa


Colunismo mais que social tem nome e sobrenome:

Arlindo Gutemberg

A polícia já foi embora? Posso voltar?

PARA ACESSAR A PÁGINA DE ARLINDO GUTEMBERG NO FACEBUNDA - CLIQUE AQUI OU NO LINK ACIMA - NOS FINAIS DE SEMANA DISPONIBILIZAREMOS OS MELHORES MOMENTOS


Para avaliar o que leu no site Passando a Limpo e o nosso trabalho e linha editorial, clique no banner acima.


Google


JORNAIS


PODERES


ENTRE EM CONTATO

99119-2715

(017)

- Não precisa discar código de operadora. É direto!

ou...

(011) - 99118-5007

(011) - 2725-1346

E-mail: arthur007@uol.com.br


Conectados

Onde estão os nossos leitores...

No Brasil

Potirendaba, Palmares Paulista; Novais; Elisiário; Tabapuã; Novo Horizonte; Carapicuiba; São Pedro; Ribeirão Preto ; São Paulo ; Catanduva ; São Jose Do Rio Preto; Campinas ; Araraquara ; Bariri ; São Carlos; Brasilia ; Rio de Janeiro; Marilia ; Sorocaba; Aracaju ; Presidente Prudente; Araçatuba ; Lins ; Paulínia; Osasco ; Fernandópolis; Porto Alegre ; São Jose Dos Campos; Uberlandia ; Barretos ; Franca ; Braganca Paulista; Santo Andre ; Americana ; Piracicaba ; Bauru ; Recife ; Tres Lagoas; Guarulhos ; São Vicente; Belo Horizonte; Assis ; Santos ; Hortolândia; Pindamonhangaba; Apucarana ; Jundiai ; Cuiaba ; São Caetano Do Sul; Nova Odessa ; Leme ; Indaiatuba; Navegantes; Pelotas ; Curitiba ; Salvador ; Goiania ; Rio Claro; Florianópolis; Barueri ; Manaus ; Taubate ; Limeira ; Itajuba ; Adamantina; Fortaleza ; João Pessoa; Presidente Epitácio; Santa Maria ; Cornelio Procópio; Blumenau ; Mogi-Guacu ; São Leopoldo; Londrina ; Bélem ; São Luis; Lorena ; Cascavel; Campo Grande; Suzano ; Botucatu ; São Sebastião; São João Da Boa Vista; Natal ; Ourinhos; Vitoria ; Porto Velho; Laranjal Paulista; Nova Iguacu ; Macapa ; Porto Ferreira; Caxias Do Sul; Chapeco ; Maceió ; Pocos de Caldas; Novo Hamburgo; Vila Velha ; Joinville ; Niteroi ; Dracena ; Cubatão ; Petrópolis; Uberaba ; Criciuma ; Teresina ; Canoas ; Conquista; Palmas ; Iperó ; Vitória Da Conquista; Imperatriz ; Vicosa ; Sete Lagoas; Porto Real ; Juatuba ; Itarare ; Jaguarari ; Santa Rosa; Caçador ; Ponta Grossa; Tupã ; Araguaina; Macaé ; Alfenas ; São Bernardo Do Campo; Eunapolis ; Passo Fundo; Cafelândia ; Flores Da Cunha; Cabo Frio ; Sobral ; Rio Verde; Mocóca ; Parobe; Itaperuna ; Barra Mansa; Campos ; Ribeirão Pires; São Jose Do Rio Preto; Lençóis ; Caetite ; Ijui ; Braço Do Norte; Mossoró ; Juazeiro Do Norte; Campina Grande ; Simões Fiho ; Floresta ; Teófilo Otoni; Três Corações; Teresópolis ; Paulista ; Dourados; Santana Do Livramento; Itaguai ; Itapetininga; Araxa ; Lajeado ; Cataguases; Cotia ; Avare.

Ao redor do planeta

United States ; Canada ; United Kingdom ; Panama; Argentina ; Portugal ; Italy ; Spain; France; Nigeria; Japan ; Angola; Germany; Chile ; Switzerland ; Ireland ; Turkey ; Guatemala ; Ecuador ; Russia ; Mozambique; Netherlands ; Sweden ; New Zealand; Czech Republic; Bolivia ; Colombia ; South Korea; Estonia ; Mexico ; Norway ; Paraguay ; Dominican Republic.

Fonte: Google


Sua cidade não está na lista? Mande-nos um e-mail para que possamos atualizá-la.


Se você gostou deste site, acha que falta alguma coisa, colabore com a gente. Envie e-mail para arthur007@uol.com.br, ou telefone para (17) 9119-2715. Precisamos do seu apoio e incentivo, já que esta página é editada em São Paulo - S.P., a 385 km de Catanduva e região. Nossa intenção é informar, debater e ajudar. Mande suas informações, fotos, comentários. Ajude a manter este espaço. Agradecemos desde já. (Passando a Limpo)


Atenção!

Para ter Passando a Limpo em seu órgão de informação, ou receber material editorial de Arthur Godoy Junior, entrar em contato com a direção do site pelos telefones, e-mail ou endereços citados nesta página. Consultorias em jornalismo e estratégias de informação também podem ser adquiridas pelo mesmo método.


Site Meter


Passando a Limpo é uma publicação on-line da empresa Passando a Limpo Edições Ltda - CNPJ 17.624.117/0001-49. Endereço para contato: Rua Domingos Teotônio Jorge nr. 61 - Aricanduva - São Paulo - S.P, CEP 03904-040. Telefones: (17) 99119-2715, (0xx11) 2725-1346 e (0xx11) 99118-5007. E-mail: arthur007@uol.com.br - Hospedado na Locaweb - São Paulo. On-line desde 19/01/2003.